60 MIL MUDAS ESTÃO PRONTAS PARA ARBORIZAÇÃO DA CIDADE

0

A Secretaria Municipal de Agricultura (Seagri) tem á frente da pasta o Secretário, Adailton Sá. E depois de gerir a secretaria por seis meses ele relata o extenso trabalho que vem sendo desenvolvido, e, com destaque para o plantio de mudas e hortaliças no órgão municipal. “A missão da Seagri é também, melhorar a vida das pessoas transformando nossa cidade em um lugar com mais acesso ao verde, seja em parques, bosques e principalmente pomares públicos. Nossas ações garantem contato com a natureza, propondo de forma prática, nas comunidades onde atuamos uma mudança na relação entre ser humano e meio ambiente, entendendo o homem como parte da natureza. Por isso pretendemos concentrar o plantio de mudas para arborização de Marabá”. Relata Adailton Sá.

O projeto de plantio já está na marca das 60 mil mudas. Entre as árvores frutíferas estão: Açaí, Açaí Precoce, Goiaba, Cupuaçu, Jatobá, Manga, Amêndoas, além de outras. Para arborização estão disponíveis inclusive para doação: Ipê, pau Preto, Ata, Bacaba, Jatobá, Ipê Branco, Nim, Oiti e Melancieira. “Estamos na luta por uma cidade melhor onde todas as pessoas, incluindo moradores das periferias que nunca estão no centro das agendas das administrações municipais, tenham acesso a essas mudas produzidas pelos nossos servidores através dos viveiros públicos. Hoje conto com 18 servidores que atuam no plantio, adubação e trabalho coletivo com a comunidade, pois entendemos que a natureza no contexto urbano é muito importante na melhoria da qualidade vida, diminuição do stress, redução da poluição e para usos como lazer, realização de exercícios físicos ao ar livre, etc.” Afirma o secretário Adailton. A ideia da Seagri é mostrar que uma cidade onde a natureza é um componente prioritário, e não tratada como mercadoria, como moeda de troca e especulação.

A Secretaria Municipal de Agricultura (Seagri) defende que a gestão dos recursos naturais seja feita de forma coletiva, participativa, democrática, pensando nas gerações futuras. Questionando os padrões culturais de consumo que são condicionados pelo modo de produção, consumindo recursos naturais e gerando lixo, pois a qualidade de vida do ser humano não pode ser reduzida ao consumo de bens materiais.

Texto e fotos: Moreira

Deixe seu comentário

Powered by keepvid themefull earn money